Quando a natureza entra para dentro de casa, tudo ganha uma outra vida

Dá-se pelo nome de jardim vertical, mas também pode ser chamada de parede viva, ou então de jardim urbano. É composta por vegetação variada e está muito em voga. Hoje em dia, é muito procurado este tipo de decoração tanto para espaços comerciais como para particulares.
É um tipo de jardim mais urbano, em que a dimensão no chão é mais reduzida, o espaço vertical uma vez que é maior, surge como uma boa opção.
Estas paredes verdes que podem ser colocadas tanto no interior como no exterior, podem ser fantásticas na sua aparência, criando uma decoração, uma atmosfera de pura natureza, de leveza, de relaxamento e ainda têm uma mais valia, que é poder filtrar o ar puro para dentro do edifício em que estão a crescer. Conseguem dar vida e camuflar qualquer edifico em degradação no meio da cidade, proporcionado beleza e purificação do ar.
Estes tipos de jardins podem ser cultivados praticamente em qualquer tipo de parede, e a sua rega pode ser feita por um mecanismo próprio ou então manualmente consoante a proporção.

Para muitas pessoas criar estas paredes é quase uma arte, mas existem várias formas de as fazer,  e queremos que fique com algumas indicações, onde poderá contratar alguém especializado ou então poderá fazê-la você mesmo.

a)  Os blocos previamente moldados

Este método existe em dois modelos: bloco fundido, com jardineiras contínuas, e o bloco com jardineiras em zigue-zague. “Ambos podem ser instalados rente a muros impermeabilizados ou até sem qualquer apoio, pois os blocos têm nichos para poder passar as vigas de sustentação”  Veja como eles funcionam:

Jardins verticais, a natureza dentro de casa

 

 

 

 

 

b) As treliças e vasos

Para construir este tipo de jardim vertical é necessário em primeiro lugar chumbar uma treliça metálica à parede ou ao muro. De seguida é só pendurar os vasos meia lua à treliça.  Esta treliça metálica precisa de ser tratada para resistir às intempéries. Se o jardim for de grandes dimensões, nesse caso será preciso investir num sistema de irrigação.

Jardins verticais, a natureza dentro de casa

 

 

 

 

 

c)   A técnica pet

Este método, resume-se a reutilizar garrafas plásticas para compor um belo jardim vertical.  A sugestão é ideal para casas que não têm grandes áreas para jardins. Além disso, torna-se também uma boa solução para os resíduos, que deixam de ser descartados e que ganham uma utilidade diferente da original. As garrafas ficam suspensas, amarradas em cordas de varais.

Jardins verticais, a natureza dentro de casa

 

 

 

 

 

d)   A técnica dos vasos meia lua

Este sistema é também ideal para decorar espaços pequenos. A distribuição dos vasos depende do estilo e do gosto de cada pessoa. Utilizar os vasos do mesmo material é uma boa solução para garantir uma certa harmonia do jardim vertical, porém não existem propriamente regras.

Jardins verticais, a natureza dentro de casa

 

 

 

 

 

e) A técnica do quadro vivo

Com esta técnica basta escolher uma zona da casa iluminada  e trazer o verde para dentro. O quadro é fixado apenas com os parafusos e as buchas. A estrutura é vedada para evitar os vazamentos e unidades,e o sistema de rega pode ser computorizado ou manual.

Jardins verticais, a natureza dentro de casa

 

 

 

Como fazer a decoração da sua árvore de Natal
54 Edição Feira de Mobiliário de Milão

FEEDBACK