Um apartamento onde o design impera e o ambiente vintage renasce.

Neste apartamento com 200 m2, foi feito um projeto de decoração para um solteiro colecionador de arte tanto contemporânea como de objetos de design dos anos 60 e 70. Inspiração não faltou, tendo em conta as peças existentes, optando-se assim por uma base neutra como ponto de partida.

Este apartamento localizado em Fortaleza, tinha três suites, em que uma delas foi eliminada, passando a ser parte de uma área de estar. No interior a cor branca foi escolhida para os tetos,e as portas, e três tons de cinzento foram a opção para as paredes. Com estas bases, os têxteis foram escolhidos e ganhando cor em diversos espaços como os tons de amarelo, cereja e flúor.

A partir daqui, o objetivo foi distribuir a bela e rica coleção do proprietário. Começamos com o hall de entrada, onde somos confrontados com um banco de Tom Dixon, com toy art da Ouvidor Interiores e o espelho de Artefacto.
Na zona de estar, temos um sofá Versalles, com uma poltrona Wiggle de Frank Gehry, da Ouvidor Interiores, um conjunto de poltronas de Warren Plattner, candeeiros Taccia e Arco, de Achille e Pier Giacomo Castiglioni, outro candeeiro de La Lampe e um tapete Avanti.

Na zona de refeições, a mesa Fifties, de Guilherme Torres, é composta por cadeiras Moooi e sobre a mesma flutua um candeeiro Taraxacum, da Flos. Surgem duas das peças icónicas da coleção do proprietário, a famosa poltrona La Chaise, de Charles e Ray Eames, e a Mole, de Sergio Rodrigues, onde ambas relaxam perto do home theater. Na parede os relógios de George Nelson, da Vitra, rodeiam a televisão em forma de charme, proporcionando ao ambiente uma atmosfera mais artista.  Também os móveis brancos ganham destaque, uma vez que estão junto do sofá com cor púrpura.

Na suite o design continua, reflexo de conforto, e apostando nos tons mais azuis com os tecidos da Missoni, Christian Lacroix e Designers Guid. Também neste ambiente é colocada a confortável cadeira com a banqueta do Charles Eames, pois o espaço assim o permite. No pavimento para tornar o quarto mais aconchegante, é colocado um tapete de pelo alto em tom beije claro.
No w.c., as paredes são forradas a pastilha da Vidrotil, as portas são feitas de vidro espelhado, proporcionado mais luz ao quarto. Aqui a banheira é oval, colocada ao centro para melhor desfrutar da vista, ou ver televisão e poder relaxar.

Na varanda a decoração não ficou menos artística. Aqui foi colocada uma mesa Saarinen, com cadeiras Louis Ghost de Philippe Starck, um sofá e umas banquetas da Kartell. Para além disso, o ambiente ganhou ainda mais destaque com o aparador Patio Brasil, pela poltrona Shadowy, da Micasa e pelo fantástico jardim vertical. Com este espaço, o proprietário poderá usufruir bastante, e conviver com os amigos de uma forma bem divertida e harmoniosa.

Mais um projeto que merece toda a atenção, pela quantidade de peças de design e pelo originalidade e conforto que este apartamento teve como resultado.

 

Decoração num estilo vintage em sua casa
Um apartamento de um estilista ousado

FEEDBACK